“Um estuprador no teu caminho” no 52º FBCB

‘’Estamos aqui para reinvindicar um processo democrático na construção do festival,
sem censura, sem ataque às realizadoras, sem racismo nas oficinas’’.

Durante a mostra competitiva do 52º FBCB, um dos organizadores do evento que já vinha tentando silenciar os realizadores e realizadoras durante suas falas em outras sessões, partiu para a agressão verbal contra duas cineastas que também exibiam filmes na edição. Ele tentava silenciar as mulheres do longa O Tempo que Resta e duas mulheres na platéia se sentiram incomodadas, pediram que ele respeitasse o espaço de fala. O organizador reagiu de forma agressiva xingando publicamente uma das mulheres que no momento estava com sua filha e mais uma criança.

Além desse episódio, tomou-se conhecimento de um caso de racismo a uma mulher que participava de uma das oficinas por parte do ministrante e seu assistente.

Nesta madrugada decidimos ocupar o encerramento do festival com o ato “Um estuprador no teu caminho”, criado pelo coletivo chileno Las Tesis pra dizer que não aceitaremos nenhum tipo de violência e censura.

Fotos de Mayangdi Inzaulgarat

 

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*